O ANALFABETISMO DOS SOLDADOS MILITARES E O PROFESSOR PAULO FREIRE

10 Comentarios
FOTO/ REPRODUÇÃO REVISTA CULT
Paulo Reglus Neves Freire, educador Brasileiro, com 26 títulos honoris causa, com várias homenagens e prêmios internacionais, suas teses são estudadas nas melhores faculdades do mundo. Preso pelo regime militar de 64, pelo motivo “criminal” de alfabetizar pessoas de baixa renda. No seu livro “aprendendo com a própria história”, Paulo Freire relata um fato ocorrido na cela por onde ele ficou preso.

Paulo Freire relata no livro, que um dia chegou um jovem tenente em sua cela, sentando ao seu lado, perguntou: “Professor, estamos recebendo uma quantidade enorme de recrutas analfabetos, por que o senhor não aproveita a sua ‘passagem’ por aqui e nos ajuda a alfabetizar esses rapazes?”.

O professor respondeu ao tenente: “Mas, meu querido tenente, eu estou preso justamente por causa disso! Está havendo uma irracionalidade enorme no país hoje, e se o senhor fala nessa história de que vai convidar o Paulo Freire para alfabetizar os recrutas, o senhor vai para a cadeia também. Não dá!”. Paulo Freire relatou que, depois que estas palavras foram ditas, o tenente levantou-se arrumou sua farda e saiu sem falar nada.

Interessante notar a importância que o regime dava à educação. O quanto foi importante para o exército ter, em suas fileiras, soldados analfabetos. O mais importante deste texto, foi o primeiro parágrafo, apenas um pequeno resumo do currículo do professor, isso mostra a importância que, querendo ou não, os militares davam ao professor. Quando o tenente pediu a ele ajuda para alfabetizar os soldados, ele afirma que o método do professor era um método válido de pedagogia. É uma pena que, na época de hoje, de pouca leitura e com muitos “tudólogos”, ainda tem gente que ignora todo o currículo de Paulo Freire. 


#Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

10 comentários:

  1. Essa história -- com a qual havia me deparado outro dia -- é uma anedota bastante eloquente das contradições inerentes ao período -- e, certamente, a todo regime totalitário. Infelizmente, o totalitarismo fecunda em terreno onde há desinformação e medo, gerando ódio. E concordo muito contigo. Ainda acrescento que é uma pena ver hoje uma época em que há quem clame orgulhoso "basta de Paulo Freire". E outros que protestam dizendo "bíblia sim; Constituição não", o que para mim representa apenas uma exacerbação teológica de nossos tempos sombrios...
    teofilotostes.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Minha opinião sobre Paulo Freire não seram respostas aqui.
    Mas enfatizo sempre que a educação o bem maior de uma nação.
    Para um futuro promissor de uma sociedade.

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Que belo artigo e que todos deveriam ler. Aqui em Recife, a metodologia de Paulo Freire ainda é bem forte, assim como seus métodos de ensino, que encabeçam vários TCC's, Dissertações e Teses dentro da pedagogia. Confesso que fiquei impressionada com o tenente querendo que o mesmo alfabetizasse seus soldados, mostra a divergência entre "ação e pensamento". Muito bom mesmo, parabéns!

    beijos!

    ResponderExcluir
  4. Paulo Freire revolucionou a Educação no Brasil e deu certo. Se todos aplicassem sua pedagogia corretamente, os resultados seriam mais eficazes no campo da alfabetização.

    Gustavo
    http://www.leituraenigmatica.com

    ResponderExcluir
  5. Olha Jonas, vou te falar que esses tempos que estamos vivendo são "tempos escuros, não há como negar", já dizia o Ministro da Magia de Harry Potter rs.
    Brincadeira a parte, eu tenho quase um ataque alérgico quando vejo uns zé ninguém da vida, que nem sabe escrever direito, desmerecer o trabalho gigante de Paulo Freire, por causa de política. Olha, só Jesus na causa! Muito importante esse texto. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  6. Interessante essa história e a ênfase em como a educação e a sua falta são usadas como maneira de controlar as massas.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo texto que mostra a realidade no nosso pais a educação cada vez mais escassa e o comprometimento dos nossos governantes é zero pois preferem que o número de analfabetos cresçam para que eles possa cada vez mais enganar o povo.

    ResponderExcluir
  8. Por mais Paulos Freire no nosso Brasil, que ultimamente parece querer retroceder a época do regime militar. Deus não permita esse caos...
    Adorei teu post!

    ResponderExcluir
  9. Amei o artigo , educação e muito importante não só para os que aprendem mais para o país tbm
    História muito top
    Abraços amei o atarti

    ResponderExcluir
  10. Se a educação estivesse em primeiro lugar tenho certeza que o brasileiro seria capaz de eleger seus representantes com cuidado. Uma população de analfabetos é uma população que sempre estará a mercer de políticos corruptos.

    ResponderExcluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial