#CRÔNICA DA SEMANA: A CASA DA ÁRVORE, SEM ÁRVORE



Há um tempo, assistindo a um programa na televisão chamado de “A casa da árvore”, com o tema em que pessoas, que eram moradores de casas que possuíam quintal, tinham a necessidade de construir uma casa na árvore para as crianças da moradia brincarem. Sendo assim, os moradores chamavam profissionais especializados para fazer as construções dessas casas em cima de umas árvores. As casas nas árvores eram lindas, com uma belíssima arquitetura, possuíam parquinhos, balanços e lindos móveis em seus interiores. No entanto, observei que algo faltava no meio dessas magnânimas casas nas árvores: Faltavam as árvores. Sim! Faltavam as árvores como atores principais neste programa.

Na minha infância, construir casa da árvore era usar toda a árvore como estrutura principal. Ao ver que a árvore se tornou apenas algo simbólico no nome “casa da árvore”. Pensei, por um momento, que as árvores estavam acabando e, por isso, elas ficaram esquecidas, mas a árvore estava lá! Não é árvore que está acabando (ainda não), somos nós que não damos mais importância para as árvores. As casas das árvores de hoje em dia existe apenas pelo nome. O concreto cobre a beleza fundamental de toda a casa da árvore, a árvore.

Mas, se um dia as árvores do mundo acabarem? Será que sentiremos falta? Mesmo em nossos concretos armados, será que teremos consciência do quão é importante às arvores em nosso planeta? Eu tinha a consciência da importância das abelhas em nosso planeta, entretanto, foi assistindo o desenho animado “Bee movie” que eu tive uma consciência moral de conscientização da preservação das abelhas em nosso mundo. Como educadores ou pais, andaremos sempre na contramão do pensamento moderno da tecnocracia. Cabe a nós mostrar a importância da árvore. Assim como aprendi com o desenho Bee movie, devemos também ensinar aos jovens os valores da nossa geração, que aprendeu a usar o verdadeiro alicerce de uma casa na árvore, o verdadeiro alicerce da nossa casa, nosso planeta terra.

Compartilhar no Google Plus
    Blogger Comentarios
    Facebook Comentarios

10 COMENTÁRIOS :

  1. Sou da época que a casa na árvore era na arvore mesmo, com uma escadinha no tronco do cajá, espero que a nova geração dê valor a natureza, pois senão, o mundo findará.

    ResponderExcluir
  2. Bom tema, bom mote para seu desenvolvimento e boa foto de ilustracão. Concordo tanto com as metáforas (intencionais ou não) quanto com as concretudes. Obrigado por compartilhar.

    ResponderExcluir
  3. Se a humanidade continuar esse desmatamento em massa, nunca mais veremos uma casa linda dessa como na figura acima. Precisamos urgente conscientizar essa moçadinha dessa geração atual.

    Gustavo
    http://www.leituraenigmatica.com

    ResponderExcluir
  4. Devemos preservar e nos conscientizar mesmo.
    Bom final de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    ótima crônica, as pessoas ao nosso redor parecem estar esquecendo das prioridades dessa terra, sobre os recursos naturais tão necessários. Acham que essas coisas não iram afeta-las, mas quando perceberem, será tarde demais. Precisamos conscientizar as nossas crianças que aprendem e absorvem muito melhor que os adultos.

    beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Adorei a crônica. É algo que sempre devemos passar em diante: cuidar da natureza enquanto há tempo, pois é ela quem nos sustenta.
    Já assisti bee movie incontáveis vezes, exatamente por essa mensagem. Espero que produzam mais conteúdos assim para conscientizar as pessoas desde pequenas.

    Abraço,
    https://lupiliteratus.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. A natureza sofre tanto com a incompreensão humana...torço para que chegue logo o dia em que ela seja respeitada incondicionalmente. Casas na árvore remetem sempre a coisas boas, infância, brincadeiras, mundo lúdico e, claro, o contato muito próximo com a natureza, que tanto bem faz.

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Gostei da crônica. Realmente um caso a se pensar, afinal, que estamos fazendo das coisas simples da vida? Que estamos fazendo da natureza? Será que esquecemos sua real relevância?
    Infelizmente cada vez menos levamos em consideração esse tipo de reflexão...
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  9. Ai meu sonho sempre foi ter uma casa da árvore, mas sempre foi impossível já que morei em apartamentos a vida inteira rs. Mas com certeza, casa da árvore sem árvore não tem sentido nenhum. A árvore tem que ser o elemento principal.
    Interessante a sua reflexão, parece que sempre sentimos falta do que perdemos, em vez de dar valor ao que temos.

    Grande beijo,
    Além de 50 Tons
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?

    Você trouxe um tema muito importante para discussão. Realmente temos essa mania de só dar valor as coisas quando a perdemos e com as árvores creio que não seja muito diferente. As pessoas só a valorizaram, quando perceberem o quanto ela é vital.
    Quando a casa na árvore, confesso que era um sonho infantil, que infelizmente não se concretizou. E também tenho visto muitos pais fazendo pequenas "mansões" para seus pequenos!

    Beijos!

    ResponderExcluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial