THE HANDMAID'S TALE E O PERIGO DO SILÊNCIO

1 Comentario

The Handmaid's Tale é uma série de televisão que estreou em 2017 e trouxe à tona uma série de questões e reflexões importantíssimas sobre a sociedade para a cultura pop. Com base no livro de 1985 da escritora canadense Margaret Atwood, a série mostra um futuro próximo, onde, após as taxas de fertilidade caírem em todo o mundo, o governo totalitário da República de Gilead domina o território dos Estados Unidos. Logo, a sociedade é reorganizada em um regime cristão extremista no qual as mulheres são brutalmente subjugadas e homossexuais, intelectuais e qualquer outra pessoa considerada rebelde, foram assassinados.

No que é mostrado na série, podemos observar uma reflexão do quanto é importante sempre usarmos nossas vozes para mudar injustiças sociais e o mundo em geral, já que grande parte da sociedade norte-americana foi silenciada e a mídia censurada. Isso nos remete aos tempos da ditadura militar que ocorreu no Brasil no século passado, já que é possível notar muitas semelhanças.

Quando as pessoas são alienadas e caladas, é a vitória dos tiranos. Citando a música "Deixa o Menino Jogar" da banda brasileira Natiruts: "a saúde do povo daqui, é o medo dos homens de lá, sabedoria do povo daqui, é o medo dos homens de lá, a consciência do povo daqui, é o medo dos homens de lá." Isso é exatamente o que acontece na nossa realidade. Os ditadores ao longo da história tentaram silenciar o povo, fazê-los mais pobres e sem acesso a informação, porque pessoas ignorantes não podem se opor ao sistema.

Em The Haindmaid's Tale, universidades foram fechadas, jornais foram fechados e a mídia estadunidense censurada completamente. Mesmo com a oposição de parte da população durante protestos contra Gilead, um golpe foi capaz de acabar com toda a liberdade. Portanto, não é uma coisa tão longe de nossa realidade assim, então é importante jamais nos silenciarmos e permanecermos apáticos, alheios aos problemas que enfrentamos em nossa sociedade.



#Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

Um comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial