EXPERIÊNCIAS SOBRENATURAIS PELAS QUAIS PASSEI

FOTO/ REPRODUÇÃO GOOGLE

Meu nome é Luciana do Rocio Mallon, pesquisadora de lendas e escrevi o livro Lendas Curitibanas. Além disto, acredito no sobrenatural e na existência de vidas em outros planetas. Hoje falarei sobre experiências místicas pelas quais passei:

O Fantasma do Cachorro do Oratório

Em 1979, eu tinha cinco anos de idade, e morava em Curitiba num conjunto residencial chamado Jardim Centauro.
Lá, no quarto dos fundos, meu pai fez um tipo de oratório, com altar e castiçais.
Um dia estava no corredor e vi um cachorro negro, com olhos vermelhos e orelhas pontudas.
Então gritei:
- Mãe, olha o cachorro preto no quarto dos fundos!
Ela disse:
- Não tem nada, aí!
Depois comentei sobre a situação para meu pai. Ele disse que é normal crianças pequenas terem visões. Anos depois meu pai falou que o cão poderia ser o anjo Anubis do Egito. Pois é normal cachorros representarem anjos.

Telefonema da Tia Falecida no Dia de Finados

No dia 3 de novembro de 2003, ocorreu um fato misterioso:
Todo o Dia de Finados, meu pai, um idoso muito religioso, sempre visita o cemitério e faz orações para todos os mortos da família, na cruz das almas, citando na reza os nomes de cada desencarnado. 
Assim, veio o dia 2 de novembro e meu pai saiu para orar pelos entes falecidos no cemitério. 
Eu permaneci em casa. 
Naquela mesma data, me deitei às onze da noite e, de madrugada, tive um pesadelo esquisito: sonhei que estava em minha residência e de repente o telefone tocou, era a voz da minha tia Ordócia, que pediu: 
"Trate de falar para o seu pai, que estou magoada com ele, pois o João se esqueceu de citar o meu nome, quando rezou pelos parentes mortos no cemitério!" 
Eu acordei suada, porém pensei que fosse apenas um sonho . Mesmo assim, perguntei deste jeito ao meu pai: 
“Ontem no cemitério, quando o senhor rezou pelos falecidos da família, por acaso o senhor se esqueceu de citar o nome da tia Ordócia?" 
Então, ele respondeu : 
"Nossa, realmente me esqueci ! " 
Desta maneira eu falei : 
"Na noite passada eu sonhei com a tia Ordócia e ela me disse que estava magoada com o senhor, pelo fato de ter se esquecido de citar o nome dela na oração do dia de finados ." 
Por isto meu pai telefonou para o meu tio e contou sobre o meu pesadelo. Desta maneira, os dois encomendaram uma missa em nome da alma dela. 


O Quadro do Menino Chorando

Um dia minha mãe achou um quadro, com a pintura de um menino chorando, na lixeira de uma das casas da vizinhança e trouxe para meu quarto.
Mas notei que a cada dia, o garoto do quadro ficava com uma fisionomia diferente.
Numa tarde de primavera, olhei para o menino e vi que ele parecia estar ensanguentando. Então rezei e a pintura voltou ao normal.
Um dia minha mãe voltou da padaria e exclamou:
- Tire este quadro daí!
- Pois segundo a lenda, um pintor europeu faz pacto com o Diabo para vender suas obras. Mas, em troca, ele teve que matar crianças e pinta-las. Por isto este quadro traz azar e tristeza.
Deste jeito, meu primo e seu amigo quebraram o quadro e jogaram em água corrente.

O Recado do Meu Falecido Padrinho Argeu

 Em 2005 sonhei com o meu falecido padrinho Argeu. Ele estava em sua casa e disse:
- Fale para a sua madrinha que o documento que ela procura está no cofre cinza.
No dia seguinte liguei para ela e perguntei:
- Madrinha, você está procurando um documento?
- Se sim, sonhei com o padrinho e ele disse que o documento se encontra no cofre cinza.
Ela respondeu:
- Estou procurando a escritura da casa.
Minha madrinha foi até o cofre e a escritura estava, realmente, lá.

O Dia Em Que Entrei no Corpo da Colega Bonita

Eu tinha inveja de uma amiga por causa de sua beleza e da liberdade que ela usufruía. Ela era loira, tinha olhos claros e corpo escultural. Pois, fisicamente, era parecida com a modelo Adriane Galisteu. Os homens mais ricos da cidade queriam se casar com ela. Mas minha amiga sempre recusou os pedidos porque achava que matrimônio tirava a liberdade da mulher.
Desta maneira pensei:
- Como eu gostaria de entrar no corpo desta moça bonita! Pois eu me divertiria bastante e até seria pedida em casamento! Bem que minha alma poderia passar uma noite dentro do seu corpo!
Numa noite de verão sonhei que esta minha amiga estava num bar com um homem muito bonito. De repente, minha alma entrou no corpo dela. Mas a jovem vomitou e desmaiou. Como um raio, uma voz exclamou:
- Luciana, saia daí! Pois um só corpo não aguenta duas almas!
Assim meu espírito se afastou e acordei.
De manhã, telefonei para esta minha colega:
- Você está bem?
Ela respondeu:
- Ontem passei mal e quase tive um AVC.

Bem, estas foram minhas experiências sobrenaturais. Então se você, leitor, teve alguma experiência semelhante, por favor, escreva na parte dos comentários e compartilhe comigo.



4 comentários:

  1. Como comentei no Instagram vim conferi o post e meu Deus! Que maravilhoso! Li avidamente e queria mais. Adoro histórias sobrenaturais, ligadas ao mistério... Não é à toa que Poe é o meu escritor favorito! Já abri o link sobre o livro numa outra aba e vou conferir agorinha.

    Super beijos,
    Missmoon | Studio Criativo
    Moda, Livros, Tarot e Cotidiano - Por Neila Bahia
    Blog ♥​ Shop ♥​​ Instagram​

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Acabei de postar outro texto sobre o assunto, chama-se: Mais Fenômenos Místicos Que Aconteceram Comigo.

      Excluir
  2. Estas foram algumas das minhas experiências sobrenaturais. Pois, tenho mais. Penso em fazer outro texto contando sobre os outros fenômenos místicos que vivi.

    ResponderExcluir
  3. Muito bacana, tb passei por eventos sobrenaturais, copos giravam e explodiam sobre a mesa, vozes pedindo socorro e um balanço que balançava sozinho e parava no ar como se tivesse alguém... E muito mais, mas já pararam eu espero... Parabéns, gostei muito do texto

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.