#CRÔNICA DA SEMANA: PAPAI NÃO QUER QUE EU SEJA HOMOSSEXUAL


FOTO/REPRODUÇÃO GOOGLE

Eu sei pai, sei bem. O senhor não quer. Eu também não quis, ou se quer quero. Mas o que acontece quando independe de querer? Quando gosto e não sinto culpa sequer pelo que faço, pelo que sou? Estou tão errada assim? Veja bem pai eu não entendo o que as pessoas veem de maldade nisso, não estou fazendo por mal. Serei eu tão má assim por amar outra mulher? Desculpe-me papai por ser do jeito que eu sou, no entanto sei bem que me aceita assim. Sei muito bem que não quer que eu o seja, mesmo já sendo, mas é isso. O senhor não quer, e ninguém sabe tão bem disso quanto eu mesma. Só que não dá. Não consigo. Se essa não for eu, então quem eu sou? Dizem que não dá para mudar quem você é de verdade, e eu não consigo ser diferente disso que sou, não quando não vejo maldade ou sequer pecado nisso.

Eu sei pai, as pessoas serão maldosas e eu também tenho medo disso, mas sei que o senhor ainda confia em mim e me abençoa para que eu seja feliz. Sei que o senhor não faz vista grossa para minhas escolhas e que sempre está ali para me apoiar quando eu cair, e que ainda me ama e respeita quem sou de verdade. Porém, sei melhor do que ninguém, que quando chegar ai em cima nós teremos muito que conversar. Tudo bem, tudo bem, eu também já estarei preparada para o que vier.

Eu sei pai, todos sempre dizem a mesma coisa: “não te deitaras com outro homem”. Mas eles também se esquecem do que o senhor falou: “amai ao próximo assim como a si mesmo”. E no que acredito? No que eles dizem que o senhor falou, ou naquilo que o senhor escreveu? Prefiro pensar que o que foi escrito não nos condenou abertamente, gostaria de entender por que os homens utilizam suas palavras para confrontar uns aos outros, para saber com quem está a razão. A razão pareceu ter morrido e deixado um vazio enorme e sedento para ser preenchido.

Eu sei pai, sei bem que não me julgas, não antes do nosso encontro final. Pelo menos assim acredito, porque me dizem que estou sendo julgada pelo senhor o tempo todo. Será que o senhor tem uma tabela de pontuação? Ou um arquivo para guardar todas as coisas que fizemos ou deixamos de fazer? Bom, meu pai, como anda a minha pontuação? Será que eu já entrei no vermelho antes mesmo de alcançar a pontuação azul?

Eu sei pai, sei que quando chegar ai, em sua casa, nós conversaremos sobre todas as minhas escolhas, todas as consequências e ocorridos. Tudo bem papai, eu já estarei preparada. Mas, nesse momento eu apenas peço que me aceite do jeito que sou, porque o mundo já me julga demais. 


19 comentários:

  1. Mulher que texto bacana, ele nos faz refletir em muitas coisas. Infelizmente a maioria das pessoas hoje em dia são preconceituosas, por isso cabe a nós, mostrarmos que todos somos igual e que ninguém é melhor que ninguém.

    ResponderExcluir
  2. Muito legal o texto. Eu acho que aceitar o outro do jeito que ele é, é a base para uma sociedade de respeito. Um texto marcante, parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Eu sou da opinião de que temos o livre arbítrio para fazer nossas escolhas. Acho que cada um tem os seus direitos e desde que não infrinjam o direito do outro e aja com respeito está tudo certo.



    http://missdiva.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeira base para o entendimento: ser homossexual não é questão de escolha ou opção, ou se é ou não é. :)

      Excluir
  4. Ótimo texto. O mundo está precisando de mais amor e menos julgamento. É principalmente, respeito e amor ao próximo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. texto é muito bom - devemos ser felz

    ResponderExcluir
  6. Texto muito bonito que faz refletir. Seria tão bom se no mundo houvesse mais amor e menos preconceito! As pessoas seriam mais felizes.

    ResponderExcluir
  7. Linda, é uma barra essa situação! Mas eu acho que não é da lei de Deus a regra de homens não se relacionarem com homens e nem mulheres com mulheres, isso é regra dos homens!

    ResponderExcluir
  8. Que texto lindo e reflexivo. Tenho muitas amigas Homossexuais e as amo sem julgar, pois tem tantas pessoas que fazem mal umas as outras, assassinos, ladrões, estupradores que não acho que a opção sexual seja algum crime que Deus irá julgar quem o faz culpado e perderá pontos com Ele. Parabéns pelo texto e é bom ver que continua acreditando no Pai apesar de tudo que deve passar, pois sei como é difícil isso! Segredos Sinceros

    ResponderExcluir
  9. Texto lindo! Já é muito difícil ir contra o que a sociedade julga certo. Não ter o apoio da família torna mais difícil ainda. É uma luta que vale ser travada, porque todos merecemos o direito de sermos nós mesmos.

    ResponderExcluir
  10. Texto muito bonito e que transborda emoções.O apoio da família é muito importante mesmo,o mundo é cruel mesmo.Mas o importante é saber o que quer,ser forte e com certeza terá sempre alguém do seu lado te dando este apoio.Quem te ama de verdade,la estará.Seja você e seja muito feliz.

    ResponderExcluir
  11. Eu to arrepiada com esse texto. Imagino o quanto é dificil para um pai ouvir sobre a opção sexual do filho. Acho que a opção sexual não faz carater de ninguém ❤ Em pleno seculo 21,ainda estamo muito longe do fim do preconceito.Belo post para refletir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quelzy muito obrigada pelo seu comentário, mas vamos ao primeiro ponto: ser homossexual não é opção e nem escolha. Ou se é ou se não é. :)

      Excluir
  12. Cada um é livre para fazer suas escolhas e respeito é fundamental.
    Respeitar as diferenças é algo muito necessário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alécia Magalhães, obrigada pela sua presença e seu comentário.
      Mas, o primeiro ponto de entendimento mutuo é que não existe escolha/ opção sexual. Porque a sexualidade não é algo que se escolhe, não é como uma roupa velha ou aquele preto básico que hoje quer usar e amanhã não. Sexualidade trata-se de ser ou não ser. :)

      Excluir
  13. Amei seu texto, é lindo e emocionante.. O mundo esta precisando praticar essa empatia e aceitação <3

    ResponderExcluir
  14. Que texto maravilhoso, isso aí, amei...

    ResponderExcluir
  15. O texto é simplesmente incrível, parabéns. Varias pessoas tem que lê-lo também para ver se entende o que realmente é a aceitação e o respeito

    ResponderExcluir
  16. Uma pena que por mais que expliquem que ser gay é uma falha nos cromossomos é algo que não escolhemos , é uma coisa que acontece na nossa formação dentro da barriga, ainda haja tantas pessoas ignorantes , que você seja feliz

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.