A CURA

foto: site editora cleofás

Todos os meus relacionamentos foram por um triz e a maioria eu achava que podia segurar o mundo com meus braços pra agradar alguém.
De repente, eu acordei e me vi perdida, sem saber o que fazer nem mais o que era bom pra mim. Eu precisava ouvir a voz interior, meus instintos, eu precisa de uma cura.
Nunca mais eu precisei abrir meus braços e segurar tudo sozinha.
Voltei a me cuidar e fazer o que gosto. Cortei meus cabelos, me desfiz das coisas antigas, escrevi novas histórias, superei coisas sozinha e isso me deu força.
Eu não estaria tão forte se não fosse meu passado.
Olhando fixamente em seus olhos, encontrei uma paz que eu já não tinha há anos em mim.
Você me trouxe de volta à vida!
Eu olho fixamente nos seus olhos e consigo ver a gente correndo num jardim lindo florido, sem fim...
Você me curou.
Eu precisaria de mais umas vidas, se não fosse você, para ter certeza que o "pra sempre" todas as vezes se cumpriria.




A PRIMEIRA VEZ QUE PASSEI BATOM VERMELHO


Quando eu era criança, nos anos 80, vivia escutando as seguintes frases dos mais velhos:
- Mulher decente não coloca batom vermelho.
- Cosmético carmim é para mulher que não presta.
Assim cresci achando que batom vermelho era algo ruim. Mas quando assistia às artistas de TV com cosméticos carmins achava a maquiagem bonita.
Desta forma eu me perguntava:
- Será que vermelha é uma cor quase proibida, pois é associada ao pecado?
Na adolescência nunca me atrevi a pintar os lábios com batom escuro. De vez em quando eu passava um brilho transparente ou um rosa claro na boca.
Mas quando completei dezoito anos, resolvi fazer algo inusitado:
Passar batom vermelho e sair pela rua.
Assim fui a uma loja e comprei um batom desta cor. Então passei este bastão nos meus lábios e pensei:
- Será que me xingarão?
- Receberei pedradas?
- Mexerão comigo na rua?
Mesmo assim criei coragem e comecei a caminhar.
Porém ninguém mexeu comigo.
Desta forma, resolvi visitar o Passeio Público, um zoológico que fica no Centro de Curitiba.
Em uma das grades avistei aves que pareciam usar batons carmins. Desta forma me aproximei e estes pássaros chegaram perto do meu rosto como se desejassem beijar meus lábios. De repente, olhei na plaquinha de identificação:
- O nome desta ave é bico-de-lacre.
Naquele mesmo instante amei o nome do pássaro.
Após isto fui à biblioteca pesquisar sobre esta ave e a origem do batom.
Assim descobri que as Mulheres das Cavernas já usavam batom carmim passando tintas de frutas nos lábios. Depois li que as moças da Antiga Mesopotâmia pulverizavam minérios para decorar a boca. Também vi que na Inglaterra do século XVI a rainha Elisabeth gostava de passar carmim nos lábios porque assim se sentia com poderes sobrenaturais. Mas em 1770 proibiram as mulheres de usar maquiagem antes do casamento. Porém pintar a boca tornou-se popular entre as funcionárias de bordéis. Porém no século XIX uma fábrica de cosméticos passou a fabricar batom de bastão e todas as mulheres, independentes de seu estado civil passaram a usar. Pois distribuíram desenhos de mulheres bonitas e recatadas usando batons carmins por todo o mundo.
Com relação à ave bico-de-lacre encontrei lendas interessantes nos livros. Notei que há uma versão dizendo que a ave era apenas da cor cinza e tinha o bico redondo. Mas tentou arrancar a coroa de espinhos de Jesus, assim o sangue dele espirou no rosto do pássaro e seu bico ficou com formato de espinho.
Também li outra versão, onde uma rainha africana perdeu todos seus soldados homens numa guerra. Então pintou os seus lábios e de outras mulheres com a cor vermelha, fato que deu poderes sobrenaturais para elas. Assim as moças ganharam todas as batalhas que lutaram e se transformaram no pássaro chamado bico-de-lacre no final.
Hoje descobri que o batom vermelho fica bom em qualquer situação e com todo o tipo de roupa até mesmo calça jeans. Pois a Sandy, a Gal Costa, a Marisa Monte , a Cláudia Raia e a Letícia Sabatela usam batom carmim com jeans e ficam lindas.
Sinto que o batom vermelho dá um misterioso poder para mim, algo sobrenatural que traz pitadas de segurança e alegria.
Recomendo a toda mulher que nunca teve coragem de passar batom carmim na boca que experimente agora mesmo, saia na rua e sinta os conselhos da natureza sagrada e não das pessoas.
Luciana do Rocio Mallon
Batom Vermelho DOS desenhos Livre PNG e Cliparte











SEMANA DA VISIBILIDADE ASSEXUAL: 21 A 27 DE OUTUBRO DE 2018

FOTO/ REPRODUÇÃO CONVERSA CULT
Meu nome é Luciana do Rocio Mallon, escritora e tenho 44 anos de idade. Desde a adolescência, aos 15 anos de idade em 1989, notei que era diferente. Pois não gostava de ficar com meninos que eu nem sequer conhecia. Minhas colegas curtiam e achavam o máximo esta atitude. Por isto começaram a pegar no meu pé. Assim passaram a fazer bullying comigo. Quando eu chegava perto delas, estas meninas cantavam a seguinte música para mim: “Maria sapatão, sapatão, sapatão...”.

Na brincadeira do Amigo Secreto chegaram a me dar um pacote, onde havia uma cueca com a palavra “SAPATÃO” escrita em esmalte vermelho. Mas eu não poderia ser lésbica. Pois tinha um amor platônico, uma paixão silenciosa, pelo irmão de uma amiga distante. Porém eu não curtia contato físico, principalmente, com estranhos. O tempo passou e em 2004, já adulta, decidi procurar num site de pesquisa pelo termo “Adultos Virgens”.

Assim o portal me levou para um site sobre assexualidade. Li os textos e me identifiquei como assexual, termo apelidado carinhosamente de ace. Aos poucos descobri que sou assexual heterorromântica. Pois não sinto vontade de fazer sexo em nenhuma situação, mas possuo atração romântica por homens. Só tive dois namorados, porém nunca transei com eles. Mas existem os assexuais arromânticos, também, que são as pessoas que não sentem atração sexual e não possuem desejo romântico.

Assexual é a orientação de quem não sente atração sexual. Os tipos de assexuais mais comuns são:
- Assexual Estrito: não sente atração sexual em nenhuma possibilidade.
- Demissexual: pessoa que só sente atração sexual depois de um vínculo afetivo.
- Graysexual: pessoa que sente atração sexual raramente.

A bandeira assexual tem as seguintes cores: preta, roxa, cinza e branca. Cada uma tem um significado especial.
- Roxa: união dos diversos tipos de assexuais, ou seja, a comunidade assexual ao todo.
- Preta: pessoas que não sentem atração sexual em nenhum caso.
- Cinza: criaturas que só sentem atração sexual em situações específicas.
- Branco: seres que não são assexuais, ou seja, que sentem atração sexual.

Na Mitologia Antiga, a deusa que representa a assexualidade é Héstia também conhecida como Vesta

A semana da visibilidade assexual foi criada nos Estados Unidos em 2011 para aumentar a visibilidade dos assexuais na sociedade. No hemisfério norte o semestre universitário começa em setembro. Esta data foi escolhida para que os estudantes possam se organizar para atividades sobre o tema. Nesta semana especial, qualquer ace deve aproveitar a oportunidade para:
- Dar palestras sobre o assunto.
- Sair do armário para dar bons exemplos para seres que, também, são aces. Mas tem vergonha de assumir.
- Organizar grupos de estudos sobre o tema.
- Postar nas redes sociais matérias e reportagens sobre o assunto.

Se você se identificou com o texto, por favor, mande uma mensagem para mim.




MUSICALIZANDO: PINK FLOYD


IMAGEM/REPRODUÇÃO GOOGLE 
“Em tudo que for fazer não seja só um tijolo no muro”

Pink Floyd o assunto da “internet” ultimamente, sabe por quê? Descobriram no dia 10 de outubro de 2018, o que deveriam saber a 50 anos. Mas não vamos falar sobre o acontecimento e politica. São dois assuntos chatos que dá sono de escrever e de ler, vamos falar sobre a banda Pink Floyd: o que você sabe sobre a banda ALÉM DO QUE VOCÊ DESCOBRIU Á TRÊS DIAS? A INGLATERRA E SEUS PRESENTES MUSICAIS PARA NÓS MEROS HUMANOS. 

Pink Floyd formada 1965, criada em Londres, fizeram sucesso por conta da sua música psicodélica e progressiva.  Pink Floyd entra na lista das bandas mais influentes do rock e mais bem sucedidas. A banda foi formada pelos estudantes Syd Barrett — como guitarrista e vocalista —, Nick Mason — como baterista —, Roger Waters — como baixista e vocalista — e Richard Wright — como tecladista e vocalista. Começaram como quase toda banda de Rock, no cenário underground londrino, no final dos anos 60. 

Lançaram dois álbuns de sucesso The Piper at the Gates of Dawn. No ano de 1967 Barrett ficou LOUCÃOOOOOO! Sério!!! Barret teve uma deterioração mental de motivos, até hoje, controversos e saiu da banda, foi substituído mais tarde por David Gilmour. Ainda bem que as pessoas se adaptam com suas situações, depois disso Waters se tornou destaque como letrista teve uma ascensão notória pelo público e pela critica, como, The Dark Side of the Moon (1973), Wish You Were Here (1975), Animals (1977) e The Wall (1979). Como toda banda de rock existem seus altos e baixos, com Pink Floyd não seria diferente, Wright foi expulso em 1979 e o Waters anuncia sua saída em 1985, e o "afrontoso"ainda disse que a banda era uma "força criativa gasta"

Mas, Gilmour e Mason  continuaram com Richard como músico contratado, e posteriormente, integrante. Os três produziram juntos A Momentary Lapse of Reason (1987) e The Division Bell (1994). Os álbuns receberam vários tipos de criticas. a formação clássica se reuniu em 2005, no evento beneficente Live 8. Barrett morreu em 2006, e Wright em 2008, o que descartou as possibilidades de uma nova reunião. O último álbum do Pink Floyd foi lançado em novembro de 2014, sob a produção de Gilmour e Mason. The Endless River foi um tributo póstumo ao tecladista do grupo, com predominantes composições do músico gravadas durante sessões ocorridas em 1993–94.


QUANDO O FASCISMO MOSTROU SUA FACETA

Não irei mentir: estou com medo! Apavorado, mas muito ciente de como as teorias se confirmara sobre o Brasil. É um país racista, machista, lgbtfóbico e que mantém o ódio sobre as minorias cada vez mais ativo. Agora tenho que controlar a minha ansiedade numa proporção maior, me manter calmo diante da situação que coloca a minha existência em risco e de pessoas que admiro, amo, tenho apresso e convivo dentro do meu grupo de amizades. Que agora, com o ódio corre um risco maior de ser atacada na rua. Estamos com pavor de ser negro, mulher, LGBT+, e agora, até mesmo corremos o risco por ser nordestino. O fascismo ganhou poder, o preconceito foi escancarado e assumido de todos os lados, e estamos tendo que lutar de todas as formas para nos manter vivos, para ter direito a vida, de ser livre e se expressar.

A classe artística não se rendeu ao sistema e resolveu adotar um candidato, todos estão se opondo contra a ameaça que a nossa querida democracia está sofrendo, está mais do que claro que a sua existência pode ser anulada dependendo do resultados do segundo turno para presidente. E mais uma vez, pedimos para que vote pensando no coletivo, além do seu umbigo, revendo seus conceitos e pré-conceitos. E foi pedindo isso que vimos o esperado acontecer: a saída do armário da nossa nação nazista. Que deseja derramar sangue daqueles que não seguem o seu padrão ideal, sem precisar ser ideológico, a diversidade estética já é um fato para temer essa tomada de poder. E se você foi privilegiado em não temer a isso, agradeça a todas as forças divina ou a ciência. Pois a cada mensagem o meu corpo esfria, a minha barriga enche de borboletas agoniadas pelo motivo da mesma e a minha cabeça pesa, o medo é real e ele fala sobre o meu amanhã.

Não estou surpreso pela quantidade pessoas que expandiram o ódio as minorias, está sendo impossível manter a postura sã enquanto milhões de pessoas estão a beira do abismo da violência. Estamos sendo milhões, seremos cada vez mais. Repercutimos dentro e fora da nossa bolha, do país, o perigo foi reconhecido por especialistas no assunto e da mesma maneira ainda há pessoas que preferem pôr a vida de milhares de outras em risco que eleger um candidato de um certo partido - aliás, possui bem mais propostas e muito melhores. 

Anti-petismo

Quando disse que o ódio está vindo de todos os lados, não estava brincando. Apesar de diversos outros candidatos estarem apoiando abertamente o candidato do PT, em caso de segundo turno - que já é realidade -, muito dos eleitores declararam voto à repreensão do direito a diversidade, por simplesmente, odiar o Partido dos Trabalhadores. E isso é imensamente tenebroso. E mais uma vez, o aproveitamento da calamidade para assumir preconceitos descaradamente e indiretamente, seus apoiadores estão nos matando por nos opor contra a barbárie, ser LGBT+ agora está dando mais medo ainda, estamos vivendo dia após dia a época em que Hitler conquistou a ignorância da maioria e subiu ao poder, e retrata bastante os dias de hoje. Estamos vendo, também, os nossos morrendo, não por ter uma sexualidade oposta a maioria, e nem ser brutal em defender a sua escolha de representante, mas por simplesmente declarar passivamente a sua escolha, nascer em um lugar que mal pôde escolher e simplesmente, ser contra as ideologias pregadas pelo opositor que se declara publicamente 'favorável a ditadura e a tortura'. 

Agora já não é mais favoritismo, é uma questão de humanidade e sanidade mental. Estamos correndo atrás de desmentir e desmistificar fake news, quando isso nem era para se acontecer. Subimos no pódio em segundo lugar como o povo com maior retardação sobre a realidade que nos cerca. Estamos marchando contra o mal que quer acabar com a nossa existência, indo em busca daqueles que não deram o seu votos pela dificuldade de acesso a urna, concentrando forças para apoiar um ao outro, mantendo-se frio diante de tanta ameaça de morte por aqueles que se dizem a favor da vida e da família, mas somente quando lhes convém. E isso precisa ser combatido, mesmo que precise passar por cima do orgulho próprio.

Ser anti-fascismo está sendo a viralidade na internet, conseguimos convencer as pessoas a lutarem por aquele que manterá a nossa democracia intacta, mesmo que não beneficie a todos. O risco que corremos agora é de não haver mais este direito de decidir quem subirá ao poder - o que é bem mais assustador que qualquer outra proposta. Sejamos todos anti-fascista, é uma questão de honra, moral, proteção social e uma proteção a diversidade étnica, cultural e sexual da nossa tão amada (e desigual!) sociedade. 

A NOVA APOSTA DA DISNEY VEM AI “QUEBRA NOZES E OS QUATRO REINOS”

FOTO/ REPRODUÇÃO GOOGLE

O projeto que daria início ao filme, foi anunciado pela primeira vez em 4 de março de 2016, a Disney afirmou em comunicado que já estava desenvolvendo o filme. Daí em diante começou a apresentação dos atores escalados para os papéis: Mackenzie Foy como Clara; Keira Knightley como Fada Açucarada; Morgan Freeman como padrinho da Clara; Helen Mirren como Mãe Ginger; Eugenio Derbez como Rei do Reino das Flores; Richard E. Grant como Rei dos flocos de Neves; Miranda Hart como Fada Dew Drop; Jack Whitehall como Harlequin; Ellie Bamber como Louise; Misty Copeland como A Balilarina; Lil Buck como O Rei Rato; Jayden Fowora-Knight, como Philip; Matthew Macfadyen como Mr. Stahlbaum.

O projeto é baseado em "O Quebra Nozes e o Rei dos Camundongos" de E.T.A. Hoffmann, com Ashleigh Powell a bordo para escrever o roteiro. A trama conta a história de Clara, uma garota inteligente e independente que sempre procura o jeito mais rápido de resolver um problema. A garota perdeu a chave mágica que abre o presente que ganhou de seu padrinho. Para consegui-la de volta, ela deve viajar pela Terra dos Flocos de Neve, Terra das Flores e Terra dos Doces, onde ela encontra a Fada Açucarada. Mas nem tudo é fantasia: também há o Quarto Reino, governado pela Mama Girger que trará muitos problemas para Clara.

A filmagem do projeto começou em outubro de 2016 em South Kensignton e Pinewood Studios, na Inglaterra. O lançamento ocorrerá em 1 de novembro no Brasil e 2 de novembro nos Estado Unidos.



ESTUDO PROVA QUE CRIANÇAS QUEREM MAIS PERSONAGENS FEMININAS


E perguntam pra que o feminismo? A Women's Media Center, uma ONG que trabalha em prol da igualdade de mídia usando estratégias de pesquisa interconectadas, histórias e artigos originais para empoderamento de mulheres na mídia, em parceria com a BBC America, divulgaram um novo estudo mostrando que as meninas querem mais personagens femininas na televisão e no cinema.

Abrangendo a ampla gama de indivíduos entre 5 e 19 anos, o estudo constatou que todo grupo demográfico expressava o desejo de ter mais mulheres nos gêneros de super-heróis e ficção científica. A pesquisa foi administrada no ano passado e entrevistou cerca de 2.431 meninas e meninos, bem como pais de crianças entre 5 e 9 anos de idade.

"Neste momento de mudança social enorme e abrangente, é importante que a televisão e o cinema forneçam uma abundância de papéis e modelos para diversas meninas e mulheres jovens", disse a presidente do Women's Media Center, Julie Burton. “Sabemos que a representação é importante, conforme evidenciado por esse relatório. Nossa pesquisa descobriu que personagens femininas de ficção científica e super-heróis ajudam a preencher a lacuna de confiança das meninas, fazendo-as sentirem-se fortes, corajosas, confiantes, inspiradas, positivas e motivadas. ”

Entre as descobertas incluem uma diferença de 23 pontos entre meninos e meninas no que diz respeito ao interesse em carreiras nas áreas de Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática. Uma resposta a cada três das adolescentes diz que têm menos oportunidades de serem líderes do que os meninos. Além disso, as adolescentes são menos propensas do que os adolescentes a se descreverem como confiantes, corajosas e ouvidas.

O estudo foi lançado como parte da iniciativa "Galaxy of Women" da BBC America, que busca destacar mulheres bem-sucedidas em toda a rede, ao mesmo tempo em que conecta os fãs com personagens femininas mais poderosas. A presidente, Sarah Barnett, disse que é hora de expandir o que é visto e que espera que o estudo contribua para provocar mudanças nas histórias que vemos na telas.

Complementando: os números também comprovam que personagens femininas também são lucrativas, além de representarem coisas importantes. "Doctor Who" estreou sua nova temporada com a protagonista sendo uma mulher pela primeira vez, interpretada pela atriz Jodie Whittaker, e teve um pico de audiência de 9 milhões de espectadores. No cinema, "Mulher-Maravilha" e "Homem-Formiga e a Vespa", este último sendo o primeiro filme do Universo Cinematográfico da Marvel a ter uma heroína no título, tiveram ótimos números de bilheteria e aclamação crítica.

DEPRESSÃO | DEVEMOS FALAR MAIS SOBRE ISSO


FOTO/ REPRODUÇÃO GUIA DA FARMÁCIA
DEPRESSÃO s.f
Ato ou efeito de deprimir (-se).
PSICOPATOLOGIA estado de desencorajamento, de perda de interesse, que sobrevém, por exemplo, após perdas, fracassos, estresse físico e/ou psíquico, no momento em que o indivíduo toma consciência do sofrimento ou da solidão em que se encontra. 
PSICOLOGIA CLÍNICA•PSIQUIATRIA distúrbio psíquico que se exprime por períodos duráveis e recorrentes de disforia, concomitantemente com problemas reais ou imaginários ou com experiências momentâneas de sofrimento, podendo ser acompanhado de perturbações do pensamento, da ação e de um grande número de sintomas psiquiátricos.
A depressão tem algumas características semelhantes as do nosso cotidiano, o que  dificulta a sua percepção. Muitas vezes ela  é confundida em meio a tristeza mas todo mundo em algum momento fica triste, não é mesmo? Somente quando se torna patológico, notamos que as coisas perdem a graça, o que antes era legal, agora perde a vontade de fazer e quando acontece, não causa nenhuma emoção. Como se nada mais fizesse sentido... Tudo vira um cinza continuo.

Outro ponto que pode diagnosticar a depressão, é quando você tem muita alegria sempre. O ponto extremo de felicidade constante não existe, é como e a pessoa mascarasse o que  sente e se cega com aquilo, como se não houvessem momentos ruins. 

Com o tempo, a pessoas com depressão se perdem no cinza e isso se torna um momento muito delicado, onde se engana quem pensa que precisamos estar MUITO ruim ou loucos, para buscar fazer terapia. Quando se nota os primeiros sintomas, sentimentos semelhantes aos citados, é bom perceber se nossa autoestima está em dia. E por que não procurar uma terapia, conversar com algum profissional da área e verificar se está tudo  bem mesmo como afirmamos que está.

Não devemos também pensar que o depressivo  precisa ocupar  a mente com esportes ou alguma tarefa para e curar. Ele merece uma atenção especial e cada um precisa de um cuidado específico, principalmente quando “se descobre” como chegou nesse ponto.
Num momento em que é tão comum ter depressão, independente da idade, sexo, saímos  do Setembro Amarelo, mas temos que estar atentos o ano inteiro.

O CVVCentro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias.

Site do CVV: https://www.cvv.org.br/

Telefone para contato sempre que precisar de ajuda ou informações sobre o atendimento: ligue 188 de qualquer local do Brasil e a qualquer hora. 

O Setembro Amarelo é uma campanha brasileira de prevenção ao suicídio, iniciada em 2015. É uma iniciativa do CVV, do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).



COMO MEDITAR E NÃO PASSAR ESTRESSE NO DIA DA ELEIÇÃO

FOTO/ REPRODUÇÃO TSE
Amanhã é dia 07 de outubro, domingo, dia das eleições. Os brasileiros escolherão quem irá representa-los na Câmara, na Assembleia Legislativa, no Senado, no Governo Estadual e na Presidência da República. O horário da votação é de oito horas da manhã até às cinco horas da tarde.

Assim trago algumas dicas para não passar estresse nesta data tão importante:

·         Na noite anterior, faça uma oração para nosso país. Também imagine uma chama violeta protegendo o Brasil.
·         Depois separe seu título de eleitor. Pois é bom levar este documento junto com a carteira de identidade.
·         Se não encontrar os documentos, baixe o aplicativo chamado E-Título em seu celular.
·         Neste mesmo momento, evite discutir nas redes sociais ou na vida real por causa de política para evitar estresse e doenças psicossomáticas.
·         Prepare a cola com os números de seus candidatos.
·         Se você tem família e deseja passar o domingo com ela, então se prepare para votar durante a manhã. Deste jeito a sua pessoa estará livre o resto do dia.
·         Porém, neste dia não é aconselhável consumir bebidas alcoólicas.
·         Não é permitida a distribuição de camisetas e nem a boca de urna nos locais de votação. A lei também proíbe a propaganda eleitoral, não a manifestação pessoal desde que seja silenciosa. Então a pessoa pode vestir a camiseta do seu candidato desde que seja algo individual.
·         Mas a pessoa não pode entrar na cabina com celular e nem com máquina fotográfica. Portanto, selfie do voto nem pensar.
·         Caso o eleitor não possa votar no seu local de votação, ele precisa justificar a sua ausência.


Assim ore pelo Brasil e vote consciente.


MUSICALIZANDO: LED ZEPPELIN

FOTO/ REPRODUÇÃO GOOGLE
ANTES DE TUDO QUERO DEIXAR REGISTRADO QUE ARCTIC MONKEYS É DO...(IMAGINA UM XINGAMENTO AI!)  Desculpe-me, mas eu irei falar de rock de novo. Você já ouviu falar em Led Zeppelin? NÃO? Como você nunca ouviu esses Et’s? Para mim eles são tipo "Da Vinci" do rock. Led Zeppelin  foi uma banda inglesa, (lógico que os ingleses sempre tem boas coisas para nós meros humanos em relação ao Rock) que revolucionaram a música nos anos 70. Criada em 1968, em Londres, por Jimmy Page, (um guitarrista de estúdio muito conhecido pelas sua lista de colaborações: Easy listening de Bart Bacharach ao rock de The Kinks e The Who)  pelo vocalista Robert Plant, pelo baterista John Bonham e pelo baixista e tecladista John Paul Jones.  Num belo dia, apareceu uma lampadazinha em cima de suas cabeças e eles disseram ― OOOOO MY DEUS, VAMOS CRIAR A MAIOR BANDA DE TODOS OS TEMPOS!

FOTO/ REPRODUÇÃO GOOGLE

Inicialmente chamada de New Yardbirds logo mudou para Led Zeppelin e no mesmo ano assinam um contrato com a Atlantic Records. Lançam em seguida uma sequência de trabalho para dizer ― CHEGUEMOOOOOS! - em (1969) dois álbuns: “Led Zeppelin” e “Led Zeppelin II” e parecia que a inspiração não acabava. Ao todo foram seis álbuns. Após os dois em 1969, lançaram a continuação no ano seguinte:  Led Zeppelin III” (1970), “Led Zeppelin IV” (1971), “Houses of the Holy” (1973) e “Physical Graffiti” (1975), o trabalho que concretizou o talento da banda e levou eles ao topo do rock pesado. Led  Zeppelin é um poço de talento. Eles conseguiram fazer a diferença, inovar e fugir do padrão do rock nos anos 70. O grupo se consolidou no Hard Rock, mais tarde se transformaram em Hay Metal e criaram uma ligação entre o blues e rock. O blues pesado já era tocado por grupos como:  Jimi Hendrix, Experience e o Cream do guitarrista Eric Clapton. Mas o Led Zeeppelin fez o diferente mais uma vez, limpou o gênero daqueles solos excêntricos e abriu uma nova perspectiva sonora, que mais tarde ficaria conhecido como Word Music. Misturaram também o Funk e o Reggae.

Led Zeppelin é tão de outro mundo, que criaram um manual “mau comportamento” para os roqueiros (como se algum dia nós já tivéssemos sido comportado), com farto consumo de drogas em suas excursões e festas, era  Rock, Droga, sexo e Rock (deve ter sido louco). Estava escrito que algum deles iriam morrer ou de overdose, cirrose ou algo pior. Todos os atos há consequências, não é? Como tudo que é bom acaba, quando o álbum duplo Physical Graffiti” de 24 de fevereiro do ano de 1975 chega nas lojas, o Led Zeppellen já estavam tendo suas tretas internas, logo mais chegaria o fim da melhor banda dos tempos. O guitarrista Jimmy Page, estava entrando numa vibe esquisita, cultivando mais e mais seu interesse pelo o ocultismo alguém deveria ter chegado nele e falado: "Pow, Page se é oculto NÃO É PARA DESCOBRIR (IMAGINE UM XINGAMENTO AI)", mas infelizmente ninguém pagou esse sapo para Page. Ninguém sabe dos problemas dos próximos, mas você já percebeu que pessoas geniais a grande maioria morre por uso de drogas? E isso fica mais claro quando você vê a historia do Rock. 

Page trocou o uso pesado da cocaína pelo uso da heroína (Heroína parece ser moda no Rock. "Há, não estou  fazendo nada vou furar meu braço aqui e morrer.") Vários personagens morreram ou fizeram um grande uso dessa droga na década passada . Page não morreu, por incrível que pareça quem morreu foi o cachaceiro. John Bonham morreu dia 25/09/1980, por volta das 1 hora da tarde, morreu na casa de Page onde a banda estava reunida para organizar a tour que iria acontecer nos Estados Unidos. Foi encontrado morto pelo  técnico de som Benji Le Fevre,  o técnico verificou o pulso e percebeu que John não tinha pulso, um médico foi chamado e ele confirmou. A causa da morte mais tarde foi publicada, John Bonham na verdade morreu por um acidente, ele morreu sufocado pelo seu próprio vômito.  O CIDADÃO BEBEU 40 COPOS DE VODKA E ELE JÁ HAVIA BEBIDOS QUANTOS ANTES DESSES 40? Fica ai a dúvida no ar. 4 de dezembro de 1980, a banda declarou o fim. Sendo impossível a continuação da banda sem John Bonham. A banda recusou várias oportunidades de subir aos palcos depois do acontecimento, a unica exceção foi em 2007, quando se reuniram com o baterista Jason, filho de John Bonham para um show em homenagem ao executivo da indústria fonográfica Ahmet Ertegun.  Foi uma noite especial em que tocaram Stairway to Heaven”, “Black Dog” e “Since I’ve Been Loving You”, entre outras. A apresentação virou um CD duplo, um DVD e um Blu-ray, lançados mundialmente. 

Então é isso, fizeram do rock algo inacreditável, mudaram o rock e viraram lenda. O que sobra para nós? É ficarmos com uma puta vontade de ir ao um show, infelizmente ficaremos só na vontade!


Postagens mais antigas Página inicial